Para Inglês Ver

No asfalto recém-colocado próximo à estação Nova Barra, ondulações e buracos já aparecem – Custódio Coimbra / Agência O Globo

 

Caros leitores!

É inacreditável! Tão absurdo que chega a dar raiva!

Imaginem uma construção pública novinha, que nem bem começou a ser utilizada pela população e já apresenta o tipo de problema que não poderia apresentar, pois afeta a sua função principal, que consiste em transportar passageiros. Eu falo das pistas de rodagem do BRT, do Rio, e os seus buracos precoces.

Desde que foi inaugurada, em 2012, a pista já apresentava os sinais da péssima qualidade na execução da obra, com o aparecimento dos primeiros buracos, que trazem desconforto aos passageiros que utilizam as linhas de ônibus do BRT.

E com o passar do tempo o problema só tem aumentado, submetendo os veículos a transitarem por verdadeiras montanhas russas, tamanhas são as ondulações dessa pista. E esses buracos trazem transtornos como acidentes com os passageiros, que já se feriram, e danos aos coletivos. E fica pior em dias de chuva e, acredito eu, a tendência é piorar com o tempo.

O que acontece muito no Brasil e que explica a tamanha falta de competência e responsabilidade, além do já citado nepotismo, da minha matéria anterior, são as obras eleitoreiras, aquelas de má qualidade para enganar eleitores, que transformam uma má gestão em eficiência disfarçada.

Sou obrigada a admitir que o projeto que alterou o trânsito do Rio realmente melhorou a circulação de veículos na cidade. E não é opinião exclusiva minha, pois viajo muito ao Rio de Janeiro e essa é a opinião geral dos taxistas que me conduzem pela cidade. Só que, mesmo quando acertam, algum erro sempre tem que ser cometido e esse se relaciona à péssima qualidade da obra. Que pena!

Segundo uma passageira, que utiliza essa via diariamente: — Se não fosse essa buraqueira, seria um transporte muito bom – disse ela em matéria do Portal do Jornal O Globo.

Dinheiro sabemos que há, neste nosso país. O grande problema é a sua péssima aplicação ou o desvio, do que é público, para bolsos particulares.

Não entendo o prazer que esses gestores têm em entregar obras mal executadas, quando o verdadeiro prazer deveria ser realizar um trabalho bem feito, com competência. Mas como se costuma dizer: “cada um com o seu cada qual”! Há gosto para tudo.

Em vista do que todos nós temos passado ao longo de décadas, séculos, nas mãos de maus governantes, nesta nação, o que desejo é que a maioria dos cidadãos, tomados de indignação, passem a agir de forma diversa, não mais em prol de si mesmos ou dos seus, mas antes pensando no bem comum.

Ajam com a máxima competência e responsabilidade, dentro das funções que lhes competem. Façam a sua parte, não importando a atitude dos demais. Pensem no próximo! Essa é a única maneira para transformarmos esta numa sociedade melhor.

Fonte: https://m.oglobo.globo.com/rio/pistas-do-brt-transoeste-ja-tem-buracos-ondulacoes-no-asfalto-18641563

Comments

comments